Coleção L&PM E-books


VINTE POEMAS DE AMOR E UMA CANÇÃO DESESPERADA (EDIÇÃO BILÍNGUE)

VEINTE POEMAS DE AMOR Y UNA CANCIÓN DESESPERADA

“Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu a quis, e às vezes ela também me queria.

Em noites como esta, a tive nos meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.”

Publicado originalmente em 1924, Vinte poemas de amor e uma canção desesperada é até hoje um dos títulos mais vendidos de poesia em língua espanhola. Foi o segundo livro lançado pelo jovem Pablo Neruda (1904-1973), depois de Crepusculário, e já se vê aqui os principais temas que marcariam toda a obra literária do autor: o espanto do ser humano diante da experiência amorosa, o louvor à mulher amada e a celebração das paisagens chilenas. Como apontou Gabriela Mistral, Neruda significou “um homem novo na América, uma sensibilidade com a qual abre um novo capítulo emocional americano”. O próprio poeta, que em 1971 seria laureado com o Prêmio Nobel de Literatura, falou em suas memórias sobre a presente obra: “É um livro que amo porque, apesar de sua aguda melancolia, está presente nele o prazer de viver”.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    VINTE POEMAS DE AMOR E UMA CANÇÃO DESESPERADA (EDIÇÃO BILÍNGUE)

  • Título Original:
    VEINTE POEMAS DE AMOR Y UNA CANCIÓN DESESPERADA
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Poesia
  • Série:
    Pablo Neruda
  • eISBN:
    978.65.566.6042-4
  • Edição:
    maio de 2020

Vida & Obra

Pablo Neruda

Ricardo Neftalí Reyes Basoalto nasceu na cidade chilena de Parral, em 12 de julho de 1904. Sua mãe era professora e morreu logo após o nascimento do filho. Seu pai, que era funcionário de ferrovia, mudou-se, alguns anos mais tarde, para a cidade de Temuco onde se casou novamente com Trinidad Candia Malverde. Ricardo passou a infân­cia perto de florestas, em meio à natureza virgem, o que marcaria para sempre seu imaginário, refletindo-se na sua obra literária.

Em Temuco,...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


“Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu a quis, e às vezes ela também me queria.

Em noites como esta, a tive nos meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.”

Publicado originalmente em 1924, Vinte poemas de amor e uma canção desesperada é até hoje um dos títulos mais vendidos de poesia em língua espanhola. Foi o segundo livro lançado pelo jovem Pablo Neruda (1904-1973), depois de Crepusculário, e já se vê aqui os principais temas que marcariam toda a obra literária do autor: o espanto do ser humano diante da experiência amorosa, o louvor à mulher amada e a celebração das paisagens chilenas. Como apontou Gabriela Mistral, Neruda significou “um homem novo na América, uma sensibilidade com a qual abre um novo capítulo emocional americano”. O próprio poeta, que em 1971 seria laureado com o Prêmio Nobel de Literatura, falou em suas memórias sobre a presente obra: “É um livro que amo porque, apesar de sua aguda melancolia, está presente nele o prazer de viver”.

" />