Coleção L&PM E-books


60 POETAS TRÁGICOS - Sergio Faraco

Belos versos e vidas amargas

O escritor Sergio Faraco selecionou aqui 60 sonetos de 60 poetas cujas vidas foram interrompidas por tragédias.

Mais do que outros gêneros literários, serve a poesia como crisol dos mais profundos sentimentos do homem, e entre suas mais variadas formas foi o soneto que, em décadas precedentes, serviu aos poetas para que compartilhassem mais intensamente seus amores e desa­mores, suas esperanças e deses­peranças, suas pequenas e transitórias vitórias e suas definitivas derrotas. Por isso, tam­bém é o soneto a composição poética eleita pela maioria dos poetas cujas trajetórias se encerraram dramaticamente, em muitos casos sem que tivessem tempo para desenvolver a magnitude de seus talentos.

Neste livro, o leitor vai tomar conhecimento de uma expressiva parcela dessas vidas amargas que legam às nossas próprias vidas uma grande lição: a felicidade deve ser fruída enquanto está presente e não depois que ela passou.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    60 POETAS TRÁGICOS

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Poesia
  • eISBN:
    978.85.254.3604-7
  • Edição:
    setembro de 2016

Vida & Obra

Sergio Faraco

Nasceu em Alegrete, no Rio Grande do Sul, em 1940. Entre os anos 1963 e 1965, viveu na União Soviética, tendo cursado o Instituto Internacional de Ciências Sociais, em Moscou. Mais tarde, no Brasil, bacharelou-se em Direito. Em 1988, seu livro A dama do Bar Nevada obteve o Prêmio Galeão Coutinho, conferido pela União Brasileira de Escritores ao melhor volume de contos lançado no Brasil no ano anterior. Em 1994, com A lua com sede, recebeu o Prêmio Henrique Ber...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Belos versos e vidas amargas

O escritor Sergio Faraco selecionou aqui 60 sonetos de 60 poetas cujas vidas foram interrompidas por tragédias.

Mais do que outros gêneros literários, serve a poesia como crisol dos mais profundos sentimentos do homem, e entre suas mais variadas formas foi o soneto que, em décadas precedentes, serviu aos poetas para que compartilhassem mais intensamente seus amores e desa­mores, suas esperanças e deses­peranças, suas pequenas e transitórias vitórias e suas definitivas derrotas. Por isso, tam­bém é o soneto a composição poética eleita pela maioria dos poetas cujas trajetórias se encerraram dramaticamente, em muitos casos sem que tivessem tempo para desenvolver a magnitude de seus talentos.

Neste livro, o leitor vai tomar conhecimento de uma expressiva parcela dessas vidas amargas que legam às nossas próprias vidas uma grande lição: a felicidade deve ser fruída enquanto está presente e não depois que ela passou.

" />