Coleção L&PM Pocket


A BARCAROLA

LA BARCAROLA

Pablo Neruda

Tradução de Olga Savary

A Barcarola representa possivelmente o ponto mais alto de tensão poética e plenitude expressiva alcançado por Neruda na última etapa da sua obra. Vasto poema de amor, o livro alterna a exaltação à companheira do poeta com os episódios relativos às circunstâncias históricas, à experiência pessoal, às paisagens e figuras simbólicas ou a personagens do passado (Lord Cochrane, Joaquim Murieta, Rubén Darío), que contém, de certo modo, a chave do presente latino-americano.

Ao reunir sob a mesma atmosfera, sob o mesmo universo poético, o lírico e o épico, A Barcarola consegue, a um só tempo, se constituir na síntese das duas manifestações centrais da grande poesia nerudiana.

Começa a Barcarola

Primeiro Episódio:
Terremoto no Chile

Segue a Barcarola

Segundo Episódio:
Serenata de Paris

Segue a Barcarola

Terceiro Episódio:
Coroa do Arquipélago para Rubén Azócar

Segue a Barcarola

Quarto Episódio:
Fulgor e morte de Joaquín Murieta

Segue a Barcarola

Quinto Episódio:
Os Sinos da Rússia

Segue a Barcarola

Sexto Episódio:
R.D. 97

Segue a Barcarola

Sétimo Episódio:
Lord Cochrane do Chile

Segue a Barcarola

Oitavo Episódio:
Artigas

Segue a Barcarola

Nono Episódio:
Santos Revisitado

Segue a Barcarola

Décimo Episódio:
Fala um Transeunte das Américas Chamado Chivilcoy

Segue a Barcarola

Décimo Primeiro Episódio:
O Astronauta

Segue a Barcarola

Décimo Segundo Episódio:
A Máscara Marinha

A Barcarola termina

 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A BARCAROLA

  • Título Original:
    LA BARCAROLA
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Poesia
    Literatura moderna internacional Poesia
  • Série:
    Pablo Neruda
  • Referência:
    120
  • Cód.Barras:
    9788525409195
  • ISBN:
    978.85.254.0919-5
  • Páginas:
    160

Vida & Obra

Pablo Neruda

Ricardo Neftalí Reyes Basoalto nasceu na cidade chilena de Parral, em 12 de julho de 1904. Sua mãe era professora e morreu logo após o nascimento do filho. Seu pai, que era funcionário de ferrovia, mudou-se, alguns anos mais tarde, para a cidade de Temuco onde se casou novamente com Trinidad Candia Malverde. Ricardo passou a infân­cia perto de florestas, em meio à natureza virgem, o que marcaria para sempre seu imaginário, refletindo-se na sua obra literária.

Em Temuco,...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


A Barcarola representa possivelmente o ponto mais alto de tensão poética e plenitude expressiva alcançado por Neruda na última etapa da sua obra. Vasto poema de amor, o livro alterna a exaltação à companheira do poeta com os episódios relativos às circunstâncias históricas, à experiência pessoal, às paisagens e figuras simbólicas ou a personagens do passado (Lord Cochrane, Joaquim Murieta, Rubén Darío), que contém, de certo modo, a chave do presente latino-americano.

Ao reunir sob a mesma atmosfera, sob o mesmo universo poético, o lírico e o épico, A Barcarola consegue, a um só tempo, se constituir na síntese das duas manifestações centrais da grande poesia nerudiana.

Começa a Barcarola

Primeiro Episódio:
Terremoto no Chile

Segue a Barcarola

Segundo Episódio:
Serenata de Paris

Segue a Barcarola

Terceiro Episódio:
Coroa do Arquipélago para Rubén Azócar

Segue a Barcarola

Quarto Episódio:
Fulgor e morte de Joaquín Murieta

Segue a Barcarola

Quinto Episódio:
Os Sinos da Rússia

Segue a Barcarola

Sexto Episódio:
R.D. 97

Segue a Barcarola

Sétimo Episódio:
Lord Cochrane do Chile

Segue a Barcarola

Oitavo Episódio:
Artigas

Segue a Barcarola

Nono Episódio:
Santos Revisitado

Segue a Barcarola

Décimo Episódio:
Fala um Transeunte das Américas Chamado Chivilcoy

Segue a Barcarola

Décimo Primeiro Episódio:
O Astronauta

Segue a Barcarola

Décimo Segundo Episódio:
A Máscara Marinha

A Barcarola termina

 

" />