Coleção L&PM Pocket


CAFÉ-DA-MANHÃ DOS CAMPEÕES

BREAKFAST OF CHAMPIONS

Kurt Vonnegut
com desenhos do autor

Tradução de Cássia Zanon

'Maravilhoso... Ele põe para fora todas suas queixas da América e as faz parecer novas, engraçadas, ousadas, odiosas e adoráveis.'
The New York Times

'Vonnegut é George Orwell, Dr. Caligari e Flash Gordon juntos num único escritor... um cientista maluco gozador, mas ético.'
Revista Time

Café-da-manhã dos campeões é um clássico de Kurt Vonnegut. Neste livro, um dos seus personagens favoritos e alter ego, Kilgore Trout – ele próprio escritor de ficção científica – descobre que um vendedor de carros do Meio-Oeste americano, Dwayne Hoover, socialmente normal, de quem até então se dizia que era “fabulosamente bem de vida”, está levando a sua ficção ao pé da letra e perdendo a razão. O resultado é uma sátira ácida, engraçada e impiedosa, na qual Vonnegut reflete sobre a guerra, sexo, racismo, sucesso, política e poluição, e recicla o modo de olhar para a realidade das coisas. E, ao discorrer sobre os problemas do mundo, escreve para um público de extraterrestres, para quem a humanidade é completamente alienígena. Com a ajuda de seus soberbos desenhos, que explicam um pouco ao leitor como se passa a vida aqui na Terra, Vonnegut, tal como Virgílio faz com Dante em A divina comédia, conduz o leitor por um turbilhão de crítica e sátira.

Publicado em 1973, Café-da-manhã dos campeões é um dos maiores best-sellers do autor.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    CAFÉ-DA-MANHÃ DOS CAMPEÕES

  • Título Original:
    BREAKFAST OF CHAMPIONS
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Romance
  • Referência:
    521
  • Cód.Barras:
    9788525414700
  • ISBN:
    978.85.254.1470-0
  • Páginas:
    310
  • Edição:
    julho de 2006

Vida & Obra

Kurt Vonnegut

Nasceu na cidade americana de Indianapolis, em 1922. Estudou bioquímica na universidade e em março de 1943 se alistou no exército para lutar na Segunda Guerra Mundial. Em maio de 1944, sua mãe, Edith, se suicidou, e em dezembro, Vonnegut foi feito prisioneiro durante a batalha de Bulge, uma das mais sangrentas da guerra. No dia 13 de fevereiro de 1945, viveu o bombardeio da cidade alemã de Dresden, em que morreram mais de 135 mil pes­soas. Vonnegut e outros companheiros...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar