Coleção L&PM E-books


LUÍS XVI

Bernard Vincent

Tradução de Julia da Rosa Simões

Eu morro inocente de todos os crimes que me imputam. Perdôo os autores de minha morte. Rogo a Deus que o sangue que vocês derramarão jamais recaia sobre a França." (Luís XVI)

Aos dezesseis anos ele se casou com Maria Antonieta. Aos vinte foi coroado rei da França. Tinha vinte e um quando começou a guerra da Independência nos Estados Unidos; trinta e cinco quando eclodiu a Revolução Francesa e apenas trinta e nove no ano de sua decapitação. Louis XVI (1754-1793) certamente não nasceu para o papel de monarca que o destino lhe impôs. Seu reinado passou para a história como uma sucessão de erros. Este “rei à força” – parafraseando Molière – se revelou nas enérgicas decisões tomadas para ajudar a América a se tornar independente ao mesmo tempo que tentava abrir a monarquia francesa a idéias novas. Infelizmente para Luís XVI, como disse Tocqueville, a história não perdoa os regimes fortes que aceitam se entregar.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    LUÍS XVI

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Biografias
  • eISBN:
    978.85.254.2844-8

Vida & Obra

Bernard Vincent

Bernard Vincent é professor emérito de História e Civilização Americana na Universidade de Orléans e ensina na Universidade Ca’ Foscari de Veneza. Antigo presidente da Associação Francesa de Estudos Americanos, ele dedicou numerosas obras à história do século XVIII, especialmente à dos Estados Unidos: Thomas Paine ou la religion de la liberté (Aubier-Montaigne, 1987), Amistad: les mutins de la liberté (Archipel, 1998), Le sentier des larmes: le grand exil des Indiens c...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Aos dezesseis anos ele se casou com Maria Antonieta. Aos vinte foi coroado rei da França. Tinha vinte e um quando começou a guerra da Independência nos Estados Unidos; trinta e cinco quando eclodiu a Revolução Francesa e apenas trinta e nove no ano de sua decapitação. Louis XVI (1754-1793) certamente não nasceu para o papel de monarca que o destino lhe impôs. Seu reinado passou para a história como uma sucessão de erros. Este “rei à força” – parafraseando Molière – se revelou nas enérgicas decisões tomadas para ajudar a América a se tornar independente ao mesmo tempo que tentava abrir a monarquia francesa a idéias novas. Infelizmente para Luís XVI, como disse Tocqueville, a história não perdoa os regimes fortes que aceitam se entregar.

" />