Coleção L&PM E-books


MICHELANGELO

Nadine Sautel

Tradução de Rejane Janowitzer

"Ainda no berço eu recebi a visita da Beleza, fiel guia da minha vocação e que para as duas artes me é luz e espelho. Pensar de outra forma é mentir. Apenas ela eleva os olhos em direção ao sublime, o qual aqui me preparo para pintar e esculpir."
(Michelangelo)

Escultor, pintor, arquiteto, poeta, engenheiro, Michelangelo Buonarroti (1475-1564) foi descoberto aos quinze anos por Lorenzo de Medici. Passou a vida entre Florença e Roma. Trabalhou para sete papas, para os quais criou uma obra titânica, como redenção de seu "pecado de imperfeição". Autor do David e da Pietà, genial criador dos afrescos da Capela Sistina, "Il Divino", como era chamado, encarna o múltiplo homem universal da Renascença italiana.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    MICHELANGELO

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Biografias
  • eISBN:
    978.85.254.2843-1

Vida & Obra

Nadine Sautel

Depois de um mestrado em Filosofia e História da Arte e um prêmio nacional de piano, Nadine Sautel ensinou filosofia e, em seguida, criou um curso de interpretação de piano baseado na correspondência entre as artes. Co-autora de obras culturais (Universalia, edições Universalis; Les Muses, Alpha Encyclopédie), publicou um romance, Fin du monde chez les Poupat (Laffont, 1992), que ela mesma adaptou para o teatro. Crítica na Magazine littéraire, publico...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


"Ainda no berço eu recebi a visita da Beleza, fiel guia da minha vocação e que para as duas artes me é luz e espelho. Pensar de outra forma é mentir. Apenas ela eleva os olhos em direção ao sublime, o qual aqui me preparo para pintar e esculpir."
(Michelangelo)

Escultor, pintor, arquiteto, poeta, engenheiro, Michelangelo Buonarroti (1475-1564) foi descoberto aos quinze anos por Lorenzo de Medici. Passou a vida entre Florença e Roma. Trabalhou para sete papas, para os quais criou uma obra titânica, como redenção de seu "pecado de imperfeição". Autor do David e da Pietà, genial criador dos afrescos da Capela Sistina, "Il Divino", como era chamado, encarna o múltiplo homem universal da Renascença italiana.

" />