Coleção L&PM E-books


PEANUTS COMPLETO: 1950 A 1952 (VOL. 1) - CAPA BROCHURA

THE COMPLETE PEANUTS: 1950-1952

Charles M. Schulz

Tradução de Alexandre Boide

PEANUTS COMPLETO: 1950-1952 inicia a coleção definitiva da obra-prima de Charles M. Schulz, introduzindo muitos dos mais queridos personagens dos quadrinhos – Lucy, Schroeder, Snoopy, Linus e, claro, Charlie Brown.

“Charles Schulz foi um gênio inovador dos quadrinhos norte-americanos, um marato­nista, que desenhava incansavelmente tira após tira, lote após lote, e escrevia rotei­ros de especiais de tevê ano após ano, criando um mundo de fantasia atraente tanto para crianças como para adultos – tudo com base em personagens icônicos e pode­rosos, que expressam sentimentos profundos de solidão, sofrimento e desespero. ”

GARRISON KEILLOR, trecho da Introdução

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    PEANUTS COMPLETO: 1950 A 1952 (VOL. 1) - CAPA BROCHURA

  • Título Original:
    THE COMPLETE PEANUTS: 1950-1952
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
    Coleção L&PM Infantojuvenil
  • Gênero:
    Quadrinhos
  • Série:
    Peanuts
  • eISBN:
    978-85-254-3937-6
  • Edição:
    março de 2020

Vida & Obra

Charles M. Schulz

Charles Monroe Schulz nasceu em Minneapolis, Minnesota (EUA), no dia 26 de novembro de 1922, mas cresceu em Saint Paul. Era filho único de Dena e Carl Schulz. Desde o nascimento, os quadrinhos tiveram um papel importante em sua trajetória. Com apenas dois dias de vida, um tio apelidou-o de Sparky por causa do cavalo Spark Plug, da tira Barney Google. Durante a adolescência, Charles e seu pai compartilharam um ritual: todos os domingos de manhã liam juntos os ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


PEANUTS COMPLETO: 1950-1952 inicia a coleção definitiva da obra-prima de Charles M. Schulz, introduzindo muitos dos mais queridos personagens dos quadrinhos – Lucy, Schroeder, Snoopy, Linus e, claro, Charlie Brown.

“Charles Schulz foi um gênio inovador dos quadrinhos norte-americanos, um marato­nista, que desenhava incansavelmente tira após tira, lote após lote, e escrevia rotei­ros de especiais de tevê ano após ano, criando um mundo de fantasia atraente tanto para crianças como para adultos – tudo com base em personagens icônicos e pode­rosos, que expressam sentimentos profundos de solidão, sofrimento e desespero. ”

GARRISON KEILLOR, trecho da Introdução

" />