Coleção L&PM Pocket


FAGUNDES – UM PUXA-SACO DE MÃO CHEIA

R$19,90

Fagundes é um puxa-saco de mão cheia. Todos os momentos de sua existência são dedicados a enaltecer seu chefinho – para o desespero desse último. Ele, para Fagundes, será sempre o primeiro e único, a razão de sua existência. Neste volume, Fagundes passa do limite ao puxar o saco do seu chefe no espaço sideral!

Confira abaixo um trecho do prefácio do autor (na verdade, dedicatória escrita por Fagundes) à primeira edição das histórias do personagem, em agosto de 1990:

Ao colossal gerente de pessoal desta progressista empresa, doutor José Francisco Benvenuto, e senhora; ao improcrastinável e talentoso chefe do dr. Benvenuto, doutor Lysandro Vasques Pinto, e senhora; ao indômito e aguerrido chefe do dr. Lysandro, Exmo. dr. Honório Linthas Portinho, e senhora; ao competentíssimo chefe do dr. Portinho, Ilmo. dr. Carlos Eduardo de Aguiar Mondego, e senhora; ao ilibado gerente da estatal a quem esta eficiente e futurosa empresa presta serviços, sr. dr. Victor Leitão, e senhora; ao magnífico chefe do dr. Leitão, Revmo. dr. Américo Vigliatti, e senhora; ao dinâmico diretor-presidente da referida estatal, sua Excia. dr. Constantino José Wello Linhares, e senhora (...)

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    FAGUNDES – UM PUXA-SACO DE MÃO CHEIA

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Quadrinhos
    Humor
  • Série:
    Quadrinhos
  • Referência:
    585
  • Cód.Barras:
    9788525415905
  • ISBN:
    978.85.254.1590-5
  • Páginas:
    104

Vida & Obra

Laerte

Laerte Coutinho nasceu em 10 de junho de 1951. A família tem um pé em Portugal, já que o bisavô Miguel veio de Ponte de Lima. Laerte entrou na Universidade de São Paulo em 1969, para cursar a Escola de Comunicações Culturais, mais tarde Comunicações e Artes. Fez música, jornalismo, mas não terminou nenhum dos cursos.

Começou a publicar no jornal do Centro Acadêmico, e em 1972 fundou, com outros amigos, a revista Balão, de quadrin...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Fagundes é um puxa-saco de mão cheia. Todos os momentos de sua existência são dedicados a enaltecer seu chefinho – para o desespero desse último. Ele, para Fagundes, será sempre o primeiro e único, a razão de sua existência. Neste volume, Fagundes passa do limite ao puxar o saco do seu chefe no espaço sideral!

Confira abaixo um trecho do prefácio do autor (na verdade, dedicatória escrita por Fagundes) à primeira edição das histórias do personagem, em agosto de 1990:

Ao colossal gerente de pessoal desta progressista empresa, doutor José Francisco Benvenuto, e senhora; ao improcrastinável e talentoso chefe do dr. Benvenuto, doutor Lysandro Vasques Pinto, e senhora; ao indômito e aguerrido chefe do dr. Lysandro, Exmo. dr. Honório Linthas Portinho, e senhora; ao competentíssimo chefe do dr. Portinho, Ilmo. dr. Carlos Eduardo de Aguiar Mondego, e senhora; ao ilibado gerente da estatal a quem esta eficiente e futurosa empresa presta serviços, sr. dr. Victor Leitão, e senhora; ao magnífico chefe do dr. Leitão, Revmo. dr. Américo Vigliatti, e senhora; ao dinâmico diretor-presidente da referida estatal, sua Excia. dr. Constantino José Wello Linhares, e senhora (...)

" />