Outros Formatos


AYA DE YOPOUGON (VOLUME 3)

AYA DE YOPOUGON - VOL. 3

Marguerite Abouet
Clément Oubrerie

Tradução de Julia da Rosa Simões

R$68,90

A África é aqui

As coisas andam agitadas em Yop City, o bairro popular de Abidjan, onde vivem Aya e suas melhores amigas, Bintou e Adjoua. O sr. Sissoko, o ricaço da vizinhança, está às turras com Moussa, seu imprestável e único filho. O mulherengo Grégoire está de volta à casa da mãe depois de uma estadia na França. Koffi, pai de Bintou, quer tomar uma segunda esposa, para indignação geral das mulheres de Yop City. Os velhos debatem sobre o pai de Aya, que, descobriu-se, tem uma segunda família fora do casamento. E a população corre para preparar seus penteados no Salão Não Se Apresse para o grande evento de Miss Yopougon. Mas a África não é mais a mesma. Se os comentários sobre a moralidade e a virtude das moças correm soltos, tradições locais cedem espaço à modernidade, enquanto velhos e jovens se envolvem em conflitos de gerações e meninas e mulheres desafiam o machismo institucionalizado.

 

Esta bem-humorada HQ se passa na Costa do Marfim de finais do século XX, mas poderia muito bem ser... no Brasil de hoje.

 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    AYA DE YOPOUGON (VOLUME 3)

  • Título Original:
    AYA DE YOPOUGON - VOL. 3
  • Catálogo:
    Outros Formatos
    Coleção L&PM Infantojuvenil
  • Gênero:
    Quadrinhos
    Literatura infantojuvenil
  • Série:
    Quadrinhos
  • Cód.Barras:
  • ISBN:
    9788525439383
  • Formato:
    16x23
  • Páginas:
    144
  • Medidas:
    16 X 23 X 0,9 cm

Vida & Obra

Marguerite Abouet

Marguerite Abouet nasceu em Abidjan, em 1971. Aos doze anos, seus pais a enviaram, junto com o irmão mais velho, para “fazer longos estudos” em Paris, onde se hospedaram na casa de uma tia-avó materna. Depois de estudos menos longos que o previsto, ela se dedicou à escrita e ao romance, enquanto virava punk, superbabá para trigêmeos, para vovós e vovôs, servente, operadora de dados... Atualmente é assistente jurídica em um escritório de advocacia, vive em Romainville e continua escrevendo romanc...

Ler mais

Clément Oubrerie

Clément Oubrerie nasceu em Paris em 1966. Depois do bac, iniciou estudos de arte na Escola Superior de Artes Gráficas Penninghen, que interrompeu para ir aos Estados Unidos. Lá passou dois anos, exerceu todo tipo de profissão, mas acabou numa penitenciária no Novo México por estar sem documentos. De volta à França, ilustrou obras juvenis – 40 até o momento – e cofundou La Sation, um estúdio de animação com o qual está produzindo um longa-metragem assinado por Anna Gavalda. Também encont...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


A África é aqui

As coisas andam agitadas em Yop City, o bairro popular de Abidjan, onde vivem Aya e suas melhores amigas, Bintou e Adjoua. O sr. Sissoko, o ricaço da vizinhança, está às turras com Moussa, seu imprestável e único filho. O mulherengo Grégoire está de volta à casa da mãe depois de uma estadia na França. Koffi, pai de Bintou, quer tomar uma segunda esposa, para indignação geral das mulheres de Yop City. Os velhos debatem sobre o pai de Aya, que, descobriu-se, tem uma segunda família fora do casamento. E a população corre para preparar seus penteados no Salão Não Se Apresse para o grande evento de Miss Yopougon. Mas a África não é mais a mesma. Se os comentários sobre a moralidade e a virtude das moças correm soltos, tradições locais cedem espaço à modernidade, enquanto velhos e jovens se envolvem em conflitos de gerações e meninas e mulheres desafiam o machismo institucionalizado.

 

Esta bem-humorada HQ se passa na Costa do Marfim de finais do século XX, mas poderia muito bem ser... no Brasil de hoje.

 
" />