Coleção L&PM E-books


TRÊS CONTOS

TROIS CONTES: UN COER SIMPLE, LA LÉGENDE DE SAINT

Flaubert

Tradução de Júlia da Rosa Simões

Publicado pela primeira vez em 1877, Três contos reúne alguns dos textos mais celebrados de Gustave Flaubert (1821- 1880). “Um coração simples” passa-se na Normandia, terra natal do escritor, e conta a comovente trajetória da solitária criada Félicité. Em “A lenda de São Julião Hospitaleiro” domina o clima de conto de fadas medieval, e o tema é a violência e a religiosidade de um jovem caçador e parricida. E, em “Herodíade”, o autor recua ainda mais no tempo, para o início da Era Cristã, e mostra um profeta que é objeto da ira de judeus e romanos, e do amor de homens e mulheres.

Este passeio compassivo e ficcional de Flaubert ao longo da história da humanidade foi escrito em um período difícil da sua vida. Instigado pela romancista e amiga George Sand, escreveu “Um coração simples” após a morte de Louise Colet, sua amante, em 1876. Já a redação do segundo conto foi iniciada ainda em 1875, quando o autor estava às voltas com a escrita de Bouvard e Pécuchet – que permaneceu inacabado. E, finalmente, em 1877, concluiu seu tríptico com “Herodíade”.

Três contos é uma bela amostra da capacidade do autor de retratar com riqueza psicológica os personagens mais distintos. Característica levada ao ápice em sua obra-prima, Madame Bovary, também publicada na Coleção L&PM POCKET.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    TRÊS CONTOS

  • Título Original:
    TROIS CONTES: UN COER SIMPLE, LA LÉGENDE DE SAINT
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura estrangeira
  • eISBN:
    978.65.566.6076-9
  • Edição:
    agosto de 2019

Vida & Obra

Flaubert

Gustave Flaubert nasceu em Rouen, na França, em 12 de dezembro de 1821, e morreu no dia 8 de maio de 1880. Filho do cirurgião-chefe do hospital local, cresceu nas imediações do hospital, entre doentes, utensílios médicos e enfermeiros. Começou a escrever ainda cedo, na mesma época em que foi reprovado nos exames da Faculdade de Direito de Paris. Seu pai, evidentemente, opunha-se às aspirações artísticas do filho. Entre 1844 e 1851, uma série de acontecimentos dramáticos desestabilizaram o jovem ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Publicado pela primeira vez em 1877, Três contos reúne alguns dos textos mais celebrados de Gustave Flaubert (1821- 1880). “Um coração simples” passa-se na Normandia, terra natal do escritor, e conta a comovente trajetória da solitária criada Félicité. Em “A lenda de São Julião Hospitaleiro” domina o clima de conto de fadas medieval, e o tema é a violência e a religiosidade de um jovem caçador e parricida. E, em “Herodíade”, o autor recua ainda mais no tempo, para o início da Era Cristã, e mostra um profeta que é objeto da ira de judeus e romanos, e do amor de homens e mulheres.

Este passeio compassivo e ficcional de Flaubert ao longo da história da humanidade foi escrito em um período difícil da sua vida. Instigado pela romancista e amiga George Sand, escreveu “Um coração simples” após a morte de Louise Colet, sua amante, em 1876. Já a redação do segundo conto foi iniciada ainda em 1875, quando o autor estava às voltas com a escrita de Bouvard e Pécuchet – que permaneceu inacabado. E, finalmente, em 1877, concluiu seu tríptico com “Herodíade”.

Três contos é uma bela amostra da capacidade do autor de retratar com riqueza psicológica os personagens mais distintos. Característica levada ao ápice em sua obra-prima, Madame Bovary, também publicada na Coleção L&PM POCKET.

" />