Coleção L&PM E-books


A FAZENDA DOS ANIMAIS: UMA FÁBULA

ANIMAL FARM: A FAIRY STORY

George Orwell

Tradução de Denise Bottmann

Aclamado mundialmente como um dos romances mais importantes do século XX, A Fazenda dos Animais, do britânico nascido na Índia colonial George Orwell (1903-1950), é uma alegoria política, cujas possibilidades de leitura não cessam de se renovar.

Na Fazenda do Solar, Maioral, o porco campeão, tem um sonho e incita todos os outros animais a se rebelarem contra o jugo humano. À morte deste, Bola de Neve e Napoleão, porcos mais jovens, apropriam-se do seu legado e comandam uma revolta que resulta na expulsão do dono, o sr. Jones. A propriedade é rebatizada de Fazenda dos Animais e lá passa-se a promover a doutrina do Animalismo, segundo a qual “todos os animais são iguais” e humanos não merecem confiança. Mas a vida na fazenda toma rumos inesperados.

Originalmente uma crítica ao stalinismo e suas atrocidades, o texto foi escrito durante os anos cruciais da Segunda Guerra Mundial e publicado – não sem polêmica – em 1945. Hoje, décadas após o fim da União Soviética, mostra-se mais atual do que nunca e nos alerta sobre a corrupção do poder, a manipulação política e o eterno perigo dos autoritarismos.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A FAZENDA DOS ANIMAIS: UMA FÁBULA

  • Título Original:
    ANIMAL FARM: A FAIRY STORY
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura estrangeira
  • eISBN:
    978-65-5666-135-3
  • Edição:
    março de 2021

Vida & Obra

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Aclamado mundialmente como um dos romances mais importantes do século XX, A Fazenda dos Animais, do britânico nascido na Índia colonial George Orwell (1903-1950), é uma alegoria política, cujas possibilidades de leitura não cessam de se renovar.

Na Fazenda do Solar, Maioral, o porco campeão, tem um sonho e incita todos os outros animais a se rebelarem contra o jugo humano. À morte deste, Bola de Neve e Napoleão, porcos mais jovens, apropriam-se do seu legado e comandam uma revolta que resulta na expulsão do dono, o sr. Jones. A propriedade é rebatizada de Fazenda dos Animais e lá passa-se a promover a doutrina do Animalismo, segundo a qual “todos os animais são iguais” e humanos não merecem confiança. Mas a vida na fazenda toma rumos inesperados.

Originalmente uma crítica ao stalinismo e suas atrocidades, o texto foi escrito durante os anos cruciais da Segunda Guerra Mundial e publicado – não sem polêmica – em 1945. Hoje, décadas após o fim da União Soviética, mostra-se mais atual do que nunca e nos alerta sobre a corrupção do poder, a manipulação política e o eterno perigo dos autoritarismos.

" />