Outros Formatos


A TRISTEZA PODE ESPERAR

“Felicidade é urgente. A tristeza pode esperar.”

“Um abraço prolongado”, “um abraço gentil”, “um abraço longo e silencioso”. É assim, apenas com um gesto, que o dr. J.J. Camargo conforta muitos dos seus pacientes nos momentos mais difíceis. Um dos nomes de referência em cirurgia torácica, responsável pelo primeiro transplante de pulmão da América Latina, o dr. Camargo se depara todos os dias com dramas de difícil solução. Mas se as doenças se repetem, os pacientes são sempre diferentes, e suas histórias, de emocionar.

 Com uma escrita primorosa que reflete os anseios daqueles que o procuram para compartilhar seus medos, Camargo recupera aquilo que jamais deveria ter sido deixado de lado, o fator humano. Além de uma doença, cada paciente tem uma história, e o doutor está sempre pronto para ouvir.

São esses relatos, que tocam o fundo da alma, que lemos aqui, em passagens que nos fazem rir e chorar. Como os grandes cronistas, J.J. Camargo divide com o leitor os dramas da vida cotidiana, fazendo de A tristeza pode esperar uma leitura obrigatória para todos aqueles que se perguntam cotidianamente qual o sentido da vida e como podemos viver melhor.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A TRISTEZA PODE ESPERAR

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Crônica
    Saúde
  • Cód.Barras:
    9788525430441
  • ISBN:
    978-85-254-3044-1
  • Páginas:
    216
  • Edição:
    outubro de 2013

Vida & Obra

J.J. Camargo

J.J. Camargo é professor de cirurgia torácica na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Doutor em pneu­mologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde se formou em 1970, fez especialização na Clínica Mayo (EUA). Foi pioneiro em transplante de pulmão na Amé­rica Latina em 1989 e o primeiro a realizar transplante de pulmão com doadores vivos fora dos EUA, em 1999. Idealizador e diretor do Centro de Transplantes...

Ler mais

Opinião do Leitor

Ofelia
Farroupilha RS

maravilhoso! surpeendente, uma compra de livro no Salgado Filho, a aquisição de vida, de aprendizado. Que bom que existem médicos assim e que fazem discipulos.humanização da medicina URGENTE!!

27/12/2013

Agatha

Luiz Carlos Lins
Blumenau. Santa Catarina.

óTIMO. Parabenizo o nobre coléga. Médico como ele pertence
a uma geração em extinção. Sou formado há 53 anos e compartilho com os mesmos principios do autor,
Luiz Carlos Lins

29/11/2013

Você também pode gostar