Outros Formatos


PURO ENQUANTO

R$46,90

“Tudo é uma questão de manter/ A mente quieta/ A espinha reta/ E o coração tranquilo”. À luz destas linhas de Walter Franco, Sérgio Fischer (1964-2007) viveu e lecionou. Mas também à luz dessas linhas ele escreveu, apesar de ter publicado pouco em vida. Puro enquanto reúne os textos ficcionais de sua lavra, uma vasta produção poética (na maioria sonetos, a forma poética de sua predileção) e artigos (sobre temas variados, mas principalmente sobre literatura e educação), bem como depoimentos de pessoas que o conheceram. Luís Augusto Fischer, em um gesto de amor e cuidado, fez uma criteriosa seleção dos textos do irmão e os reuniu em Puro enquanto. Sérgio era um lúcido leitor de poesia, decifrava admiravelmente formas e significados. Segundo Sergius Gonzaga, “Sérgio também se dedicava aos versos, mas os escondia dos amigos. O mesmo ocorria com suas ficções, eram guardadas a sete chaves, como um tesouro íntimo, um amor secreto e ilícito que tivesse medo de mostrar”. Sendo assim, o livro Puro enquanto representa uma viagem aos baús de um escritor que, “por delicadeza e timidez”, como disse Sergius, não quis mostrar-se e receber a devida atenção para sua produção literária.

 

 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    PURO ENQUANTO

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Memórias
  • Cód.Barras:
    9788525420268
  • ISBN:
    978.85.254.2026-8
  • Formato:
    14x21
  • Páginas:
    296
  • Edição:
    outubro de 2010

Vida & Obra

Sérgio Luís Fischer

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


“Tudo é uma questão de manter/ A mente quieta/ A espinha reta/ E o coração tranquilo”. À luz destas linhas de Walter Franco, Sérgio Fischer (1964-2007) viveu e lecionou. Mas também à luz dessas linhas ele escreveu, apesar de ter publicado pouco em vida. Puro enquanto reúne os textos ficcionais de sua lavra, uma vasta produção poética (na maioria sonetos, a forma poética de sua predileção) e artigos (sobre temas variados, mas principalmente sobre literatura e educação), bem como depoimentos de pessoas que o conheceram. Luís Augusto Fischer, em um gesto de amor e cuidado, fez uma criteriosa seleção dos textos do irmão e os reuniu em Puro enquanto. Sérgio era um lúcido leitor de poesia, decifrava admiravelmente formas e significados. Segundo Sergius Gonzaga, “Sérgio também se dedicava aos versos, mas os escondia dos amigos. O mesmo ocorria com suas ficções, eram guardadas a sete chaves, como um tesouro íntimo, um amor secreto e ilícito que tivesse medo de mostrar”. Sendo assim, o livro Puro enquanto representa uma viagem aos baús de um escritor que, “por delicadeza e timidez”, como disse Sergius, não quis mostrar-se e receber a devida atenção para sua produção literária.

 

 

" />