Outros Formatos


DORES, AMORES E ASSEMELHADOS

R$27,00

A vida é feita de encontros, crises, lealdades, traições, desenganos, paixões e grandes frustrações. Entre outras coisas. Tudo isto reunido faz a rotina de todos nós; o popular cotidiano. O ato de andar nas ruas, trabalhar, pagar contas, cumprimentar pessoas, sorrir, estacionar o carro, pegar o lotação, reclamar do frio com o vizinho, ir ao supermercado, enfim, tudo isto que nos torna sociáveis, na verdade, encobre os vulcões adormecidos (ou não) em todos nós.

Claudia Tajes especializou-se nesta investigação que abrange a busca da felicidade e a complicada negociação que é conviver com o dia-a-dia. Revelou-se em Dez (quase) amores, fez sucesso com As pernas de Úrsula e agora consolida sua carreira de romancista com este Dores, amores & assemelhados. Mais uma vez temos a empatia de Claudia com seus leitores. As coisas que todos pensam e ninguém diz (ou porque não querem ou porque não sabem). As coisas que acontecem e não confessamos.

O cotidiano das histórias de Cláudia é rotina só para os personagens. Os leitores se deliciam com o texto bem-humorado, a cortante precisão dos diálogos. O leitor verá como Julia e Jonas começam um relacionamento como numa comédia de erros. Melhor dizendo: o leitor é um verdadeiro voyeur nesta história. Que é contada por Julia e também é contada por Jonas. E que, no final, como se verá...



Livro do ano Associação Gaúcha de escritores 2003

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    DORES, AMORES E ASSEMELHADOS

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Romance
    Literatura moderna brasileira
  • Cód.Barras:
    9788525411822
  • ISBN:
    978.85.254.1182-2
  • Páginas:
    152
  • Edição:
    outubro de 2002

Vida & Obra

Claudia Tajes

Claudia Tajes nasceu em Porto Alegre em 1963. Redatora publicitária, estreou na literatura com Dez (Quase) Amores (L&PM Editores, 2000). Seguiram-se As Pernas de Úrsula & Outras Possibilidades (L&PM Editores, 2001) e o romance Dores, Amores & Assemelhados (L&PM Editores, 2002), A vida sexual da mulher feia (2005), Louca por homem (L&PM 2011), Vida dura (L&PM POCKET, 2008) e Só as mulheres e a...

Ler mais

Opinião do Leitor

Daniel Aço
Porto Alegre/RS

Histórias bem contadas, enredos bem construídos, cortesias, subjetividades, intimidades, mal-entendidos, amizades, alcovas, segredos, fidelidades, traições: tudo isso me agrada nos livros de Claudia Tajes. Mas agrada-me sobretudo seu humor refinado, suas engraçadíssimas linhas, seus gracejos e piadas de supetão sobre singelos e despercebidos fatos da vida comum. Um tanto apimentada, Tajes é sempre muito encantadora.

17/02/2010

Você também pode gostar


A vida é feita de encontros, crises, lealdades, traições, desenganos, paixões e grandes frustrações. Entre outras coisas. Tudo isto reunido faz a rotina de todos nós; o popular cotidiano. O ato de andar nas ruas, trabalhar, pagar contas, cumprimentar pessoas, sorrir, estacionar o carro, pegar o lotação, reclamar do frio com o vizinho, ir ao supermercado, enfim, tudo isto que nos torna sociáveis, na verdade, encobre os vulcões adormecidos (ou não) em todos nós.

Claudia Tajes especializou-se nesta investigação que abrange a busca da felicidade e a complicada negociação que é conviver com o dia-a-dia. Revelou-se em Dez (quase) amores, fez sucesso com As pernas de Úrsula e agora consolida sua carreira de romancista com este Dores, amores & assemelhados. Mais uma vez temos a empatia de Claudia com seus leitores. As coisas que todos pensam e ninguém diz (ou porque não querem ou porque não sabem). As coisas que acontecem e não confessamos.

O cotidiano das histórias de Cláudia é rotina só para os personagens. Os leitores se deliciam com o texto bem-humorado, a cortante precisão dos diálogos. O leitor verá como Julia e Jonas começam um relacionamento como numa comédia de erros. Melhor dizendo: o leitor é um verdadeiro voyeur nesta história. Que é contada por Julia e também é contada por Jonas. E que, no final, como se verá...

Livro do ano Associação Gaúcha de escritores 2003" />