em 


Opções Avançadas

Vida & Obra

 

Livros do Autor



HISTÓRIA DAS IDÉIAS E MOVIMENTOS ANARQUISTAS VOL. I A IDÉIA

George Woodcock
Tradução de Júlia Tettamanzy

Coleção L&PM E-books
Formato ePub
ISBN 978.85.254.3557-6

R$19,90



HISTÓRIA DAS IDÉIAS E MOVIMENTOS ANARQUISTAS VOL. I A IDÉIA

George Woodcock
Tradução de Júlia Tettamanzy

Coleção L&PM Pocket
Ref. 273
272 páginas
ISBN 978.85.254.1235-5
Também em e-book

R$26,90



HISTÓRIA DAS IDÉIAS E MOVIMENTOS ANARQUISTAS VOL. II O MOVIMENTO

George Woodcock
Tradução de Júlia Tettamanzy

Coleção L&PM Pocket
Ref. 274
280 páginas
ISBN 978.85.254.1227-0
Também em e-book

R$26,90



HISTÓRIA DAS IDÉIAS E MOVIMENTOS ANARQUISTAS VOL. II O MOVIMENTO

George Woodcock
Tradução de Júlia Tettamanzy

Coleção L&PM E-books
Formato ePub
ISBN 978.85.254.3558-3

R$19,90



OS GRANDES ESCRITOS ANARQUISTAS

George Woodcock

Tradução de Júlia Tettamanzi e Betina Becker

Outros Formatos
Formato 14x21
432 páginas
ISBN 978.85.254.3893-5

R$64,90

Veja Mais

George Woodcock

Escritor canadense, aventurou-se pelas mais diversas áreas: poesia, ensaio, crítica, biografia e história. É conhecido no seu país por ser o fundador do Canadian Literature, o primeiro jornal voltado para os escritores canadenses, e ganhou fama mundial pelos seus escritos sobre o anarquismo. George Woodcock (1912-1995) nasceu em Winnipeg (capital da província canadense de Manitoba), mas se mudou com a família para a Inglaterra com poucos anos. Começou a trabalhar cedo como funcionário da Great Western Railway, e durante esse período despertou seu interesse pelo anarquismo. Escreveu diversos livros sobre o assunto, entre eles os mais completos e esclarecedores textos sobre as origens e a história do movimento. Dois deles, História das idéias e movimentos anarquistas (L&PM, 2002), Os grandes escritos anarquistas (L&PM, 1998) estão disponíveis em formato pocket. Publicou também biografias de Pierre-Joseph Proudhon, William Godwin, Oscar Wilde e Peter Kropotkin.

O escritor conheceu diversas personalidades da literatura, incluindo T. S. Eliot e Aldous Huxley. Entrou em contato com George Orwell após ambos terem um desentendimento público nas páginas do Partisan Review. Orwell escreveu que, no contexto da guerra contra o fascismo, pacifismo era o mesmo que ser “objetivamente pró-fascismo”. Woodcock, ele próprio um pacifista, resolveu argumentar. Depois desse episódio, ficaram amigos. Woodcock posteriormente escreveu The Crystal Spirit (1966), um estudo crítico sobre a obra de Orwell.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Woodcock trabalhou em uma fazenda. Após o conflito, voltou ao Canadá. Em 1955 ingressou na University of British Columbia, onde lecionou até os anos 70. Produziu muito nessa época, escrevendo livros de viagem e poesia, além de trabalhos sobre o anarquismo.

No final da vida, interessou-se pela causa tibetana. Viajou para a Índia, estudou o budismo e tornou-se amigo de Dalai Lama. Fundou também a Tibetan Refugee Aid Society

Woodcock foi reconhecido em vida com muitas distinções, como o da Royal Society of Canada, em 1968, a UBC Medal na categoria biografias, em 1973 e 1976, e o Molson Prize, em 1973, mas recusou quase todas elas. A única exceção foi para o prêmio Freedom of the City of Vancouver, que ele aceitou em 1994.

Sua vida foi biografada por George Fetherling em The Gentle Anarchist: A Life of George Woodcock (1998).

(Fonte: Wikipedia)

Opinião do Leitor

Deixe seu depoimento sobre o autor

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2019 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva